ALEPI manda investigar servidora presa

0

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themistocles Filho, determinou que fosse aberto pela Procuradoria Jurídica da Casa um processo administrativo para avaliar a conduta da servidora pública, Maria do Perpetuo Socorro do Rego Ribeiro, acusada de integrar uma quadrilha de roubo de carros no Rio de Janeiro.

 

O caso veio à tona nesta última sexta-feira (08) quando a funcionária foi presa no Rio. Themitocles confirmou que Maria do Socorro é efetiva do órgão desde 1986, mas que estava de licença prêmio por seis meses. A acusada havia alegado que iria até o Rio de Janeiro para tratamentos médicos de uma filha.

 

A quadrilha vendia carros rebocados de quatro depósitos e também cobrava propina para adulterar registros e multas.

 

Nos três meses de investigação o prejuízo aos cofres públicos pode ter alcançado a marca de R$ de 1 milhão. De acordo com o delegado que investiga o caso, Márcio Mendonça, das 19 pessoas presas, oito já foram identificadas e indiciadas após apreensão de computadores e documentos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.