Assembleia vai realizar debate sobre o Fundo Eleitoral

A Assembleia Legislativa realizará nos próximos dias um debate sobre a criação do Fundo Eleitoral que financiará as campanhas políticas em 2018 no Brasil. A decisão foi tomada na sessão plenária depois que o deputado Dr. Pessoa (PSD) aceitou sugestão do líder do Governo, deputado João de Deus (PT), e retirou do pequeno expediente requerimento em que pedia voto de repúdio à Câmara Federal pela aprovação do Fundo.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (PMDB), chegou a colocar o requerimento para apreciação pelo plenário, mas vários parlamentares se pronunciaram pedindo a retirada da proposição e a realização do debate sobre o Fundo Eleitoral, incluindo o deputado Luciano Nunes (PSDB), vice-presidente da Alepi, e o deputado Evaldo Gomes (PTC).

O deputado Robert Rios (PDT) disse que é contra a criação do Fundo, mas que votaria contra o requerimento porque não gostaria de aprovar repúdio ao deputado federal Júlio César Lima (PSD) que votou a favor da proposição. Ele sugeriu ainda que sejam convidados para o debate dois parlamentares, um que votou a favor e outro que votou contra.

Por sua vez, o deputado Dr. Pessoa pediu que o ex-juiz federal Marlon Reis, que deu nome à chamada Lei da Ficha Limpa, seja convidado para participar do debate. O deputado Georgiano Neto (PSD), também, se manifestou contrário ao requerimento do seu colega de partido, assinalando que era favorável às manifestações dos deputados João de Deus e Luciano Nunes. O presidente Themístocles Filho não colocou o requerimento em votação e disse que a Assembleia providenciará a realização do debate.

Fonte: Ascom

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.