Camilla Abreu foi vítima de homicídio e ocultação de cadáver, confirma delegado

0

O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Baretta, confirmou que a jovem Camilla Abreu, desaparecida desde a última quarta-feira (25/10), está morta. Sem dar muitos detalhes, afirmou que houve o crime de homicídio e ocultação de cadáver.

Camila Abreu: Polícia confirma que já está morta (Foto: Reprodução Facebook)

“Nós investigamos inicialmente, por determinação do delegado geral, o desaparecimento de uma pessoa, hoje nós estamos investigando já, com indício suficiente, um crime de homicídio e ocultação de cadáver. A imputação, a autoria, está sendo desenhada, não estou afirmando quem é o autor ou autores do crime, mas com certeza não ficará impune, porque na medida dos indícios, das provas, vamos adotar todos os atos necessários juntos ao poder judiciário e ao Ministério Público”, disse o delegado.

Ele disse que várias pessoas já foram ouvidas, e que o então namorado dela, policial, Allisson Wattson da Silva Nascimento, também está incluído nas investigações, que envolve muita gente. O militar já foi ouvido pela Corregedoria da Polícia Militar, que apura o caso.

Camila e o namorado policial
Camila e o namorado policial 

Informações dão conta que o policial teria mandando lavar o carro dias após a jovem desaparecer e que o veículo teria manchas de sangue. Essa versão também é apurada pelas investigações.

Amigas de Camillla disseram em depoimento que constantemente a estudante de direito sofria agressões do militar e que ele sentia ciúmes demasiadamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.