Cerca de 500 condutores perderam sua CHN somente este ano

0

Cerca de 500 condutores piauienses tiveram sua Carteira Nacional de Habilitação (CHN) suspensa somente no primeiro semestre de 2012, por terem atingido, em um período de 12 meses, o limite de 20 pontos em seu prontuário ou por terem cometido infração gravíssima. Os dados foram obtidos através de um balanço realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran).

 

Durante as fiscalizações realizadas na Capital e no interior do Piauí, conduzir motocicletas sem o uso do capacete, dirigir sem possuir carteira ou com esta vencida e condução de veículo sob influência de álcool foram, respectivamente, as três primeiras infrações mais frequentes.

 

“Apenas por dirigir sob influência de álcool, infração de natureza gravíssima que, por si só, estabelece a suspensão imediata da habilitação, 82 pessoas tiveram suas carteiras apreendidas”, explica João Neto, diretor de Infrações do Detran.

 

De acordo com o diretor, apesar da suspensão do tipo específica, que independe da pontuação atingida, a maioria dos casos ainda diz respeito ao acúmulo de 20 pontos em um período de um ano. “A infração gravíssima, por exemplo, é passível de perda de sete pontos. Um condutor que, em menos de um ano, comete três infrações dessa natureza já preencheu o requisito para suspensão de CNH”, alerta.

 

Em caso de argumento negado, o condutor será submetido a um curso de reciclagem durante o período de suspensão, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O código também determina que caso o infrator continue a dirigir durante o período de suspensão, este será punido, tendo sua carteira cassada por até dois anos, multa de 900 UFIR e apreensão do veículo. Além disso, o motorista terá que responder judicialmente por crime de trânsito, com pena de detenção de seis meses a um ano e submeter-se a todo o processo de primeira habilitação se pretende voltar a dirigir.

 

Fonte: Portal da Clube

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.