Cristiano Ronaldo do Real Madrid é o melhor do mundo pela quarta vez

O que todos já esperavam, aconteceu. Cristiano Ronaldo foi escolhido pela quarta vez como o melhor jogador do mundo. O jogador do Real Madrid disputava o prêmio contra Messi, do Barcelona, e Griezmann, do Atlético de Madrid.

A temporada para o português foi genial, ele levou a Eurocopa jogando pelo seu país e ainda venceu a maior competição de clubes, a Champions League e o Mundial de Clubes. Antes do prêmio da Fifa ele já havia levado a Bola de Ouro da revista “France Football”.

Em seu discurso, Cristiano Ronaldo afirmou que gostaria que Messi estivesse no evento, mas disse entender o motivo da ausência do argentino – o Barcelona tem jogo decisivo quarta-feira pela Copa do Rei.

A festa teve ainda alguns momentos emocionantes, como a lembrança ao ex-lateral-direito brasileiro Carlos Alberto Torres e ao holandês Johan Cruijff, mortos em 2016.

A equipe da Chapecoense, vítima de um acidente aéreo no final do ano passado que matou quase todos seus jogadores, foi homenageada indiretamente durante a premiação. Pelas inúmeras homenagens que fez ao clube brasileiro após o desastre, o Atletico Nacional, da Colômbia, levou o troféu Fair Play.

O Brasil foi citado outras vezes. Falcão, o maior jogador da história do futsal, teve um vídeo com alguns de seus lances exibido e foi bastante aplaudido pelos convidados quando subiu ao palco. “Eu estou aqui com 39 anos sabendo que o que eu fiz durante toda a carreira valeu a pena. Sabendo que hoje estou representando o meu país, o meu esporte”, disse o atleta.

Os vencedores de 2016:

Melhor do mundo (futebol masculino): Cristiano Ronaldo

Melhor do ano (futebol feminino): Carli Lloyd, dos EUA

Melhor treinador (masculino): Claudio Ranieri, que dirigiu o inglês Leicester

Melhor treinadora (feminino): Silvia Neid, da seleção alemã

Prêmio Puskás (gol mais bonito): Mohd Faiz Subri, da Malásia

Equipe ideal: Neuer; Daniel Alves, Piqué, Sergio Ramos e Marcelo; Modric, Kroos e Iniesta; Messi, Suárez e Cristiano Ronaldo

Fonte: VEJA.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.