Curso de enfrentamento as drogas é ministrado em Esperantina

0

Acontece nesta quinta e sexta-feira em Esperantina o primeiro curso de noções básicas de prevenção as drogas.

O evento organizado pela prefeitura de Esperantina, através da secretaria de assistência social em parceria com o governo do estado através do Cendrogas, Coordenadoria de enfrentamento as drogas, acontece no CEEP Leonardo das Dores.

O evento conta com palestras ministradas pelos órgãos Fennoct, DEPRE, SASC, UESPI, SESAPI E OAB/PI.

Na manhã desta quinta-feira (30/11), aconteceu a abertura solene com a presença da prefeita Vilma Amorim, do coordenador estadual de enfrentamento as drogas, Sâmio Falcão. 

Ainda esteve presente o padre da cidade Jeremias e o pastor Levi representando todas as igrejas evangélicas e a polícia militar.

Representantes de entidades, professores, agentes de saúde, conselho tutelar, também participam do curso de enfrentamento as drogas.

“Este é um tema que alerta para muitas questões que envolve as famílias, as escolas e a sociedade e nós não podemos deixar de lado, precisamos enfrentar todas estas ações que não são só de responsabilidade do poder público, mas é de responsabilidade de todos, principalmente da família, estes temas que serão bordados aqui eles são importantes demais, pra quem ta na escola, pra quem é agente de saúde, para o conselho tutelar, tudo são situações de risco que enfrentamos no dia adia, por isso espero que estes dois dias de curso, ele trate de dar conta de como a gente enfrentar esta situações e aqui em Esperantina, estamos trabalhando o uso de drogas com o Proerd nas escolas da rede publica municipal de ensino com o capitão Geisiel, quero parabenizar a secretaria de assistência social, o Dailton que ajudou muito para trazer este evento para nossa cidade”. Disse a prefeita.

O coordenador estadual do enfrentamento as drogas Sâmio Falcão falou da importância do eventro de enfrentamento as drogas em Esperantina.

“Este evento ele voltado para multiplicadores, que são  profissionais que lidam diretamente com esse problemas das drogas e esta política é mais barata que é da prevenção, mas também trabalhamos com o acolhimento de dependentes e por isso estamos aqui para mostrar como faz o cadastro para que possamos ajudar estas pessoas”. Disse o coordenador.

CCOM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.