Governo quer continuidade do Mais Médicos no Piauí e convoca prefeitos

mais-medicosA Secretaria de Saúde do Piauí vai reunir 75 prefeitos eleitos e gestores de saúde dos municípios que estão em transição do Programa Mais Médicos, para fazer uma avaliação do programa e discutir a sua continuidade no Estado. O seminário vai acontecer na próxima terça-feira (13), em Teresina, com a presença do secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), Rogério Abdalla.

Segundo a Sesapi, o seminário tratará da realidade dos municípios antes e depois do programa. De acordo com a vice-governadora Margarete Coelho, a continuidade do Programa está garantida e essa agenda é resultado do compromisso com o estado e municípios. 

“Queremos criar condições para continuar a garantir um atendimento qualificado para aqueles que acessam cotidianamente o SUS por meio do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS)”, explicou Margarete.

O evento vai acontecer a partir das 8h, no auditório do DATASUS. Entre novembro e dezembro deste ano, 130 profissionais médicos cubanos e dois brasileiros encerraram a missão de três anos pelo Programa no Piauí. Em solenidade no Palácio do Karnak, os médicos foram homenageados pelo governador Wellington Dias. 

 “A presença de profissionais do programa Mais Médicos em nosso estado é de fundamental importância para nossos serviços de saúde pública. Saímos de um índice de 0,8 consultas básicas por habitante para a marca de 1,2 consultas. Um avanço bastante significativo, muito embora o recomendado pelo Ministério da Saúde seja de 1,5. Isso não seria possível sem um programa como esse que democratiza o acesso aos serviços básicos de saúde”, afirma Francisco Costa, secretário de saúde.

Segundo ele, novos profissionais do programa chegarão ao Piauí até o dia 16. No estado, mais de 300 profissionais atuam em 144 municípios. Com o encerramento da missão, está garantida a reposição de 132 profissionais que atendem nos municípios do Estado.

.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.