Jogador do Botafogo, minimiza torcida do River: “Podem lotar o estádio”

0

helton luizOs 40 mil bilhetes já foram vendidos, mas isso não assusta os jogadores do Botafogo, principalmente o nordestino Helton Luiz. O alagoano garantiu que a empolgação da torcida riverina é normal.

“Eu sou do Nordeste e sei como é a torcida por lá, como o povo é apaixonado pelo futebol. E com um time em uma final do campeonato não seria diferente, foi assim contra o Remo [que é do norte], a torcida fez festa para eles e a gente os eliminou, e contra o River eu imagino uma festa bem maior do que a torcida do Remo fez lá em Belém.”

A possível pressão que o Pantera pode sofrer no Piauí parece motivar os jogadores do Tricolor, que pretendem usar o Albertão lotado contra o time da casa.

“Os caras estão achando que o segundo gol deles garantiu o título. A gente sabe que é dentro de campo que as coisas se resolvem. Eles podem botar 120 mil dentro do estádio e 300 mil ao redor que eles não vão entrar para fazer gol. Vai ser muito interessante jogar uma final na casa do adversário com a torcida lotando, fazendo festa. Isso tudo faz parte, a gente tem que usar isso como motivação e nada do que eles fizeram aqui vai nos intimidar e vamos lá para jogar”, disse o meia.

O técnico Marcelo Veiga aguarda o departamento médico liberar os volantes Dudu e César Gaúcho e o meia Vitinho para definir os relacionados para o jogo. Por enquanto, quatro jogadores estão fora da decisão: o volante Rodrigo Thiesen e o atacante Francis, suspensos, e o lateral-direito Samuel Santos e o atacante Jardel, lesionados.

Após vencer o primeiro jogo por 3 a 2, o Botafogo pode empatar a partida de volta que será campeão. Se o River vencer por 1 a 0, 2 a 1 ou dois ou mais gols de diferença, o título ficará no Nordeste. Botafogo e River decidem a Série D do Campeonato Brasileiro no próximo sábado, às 19h30 (de Brasília), em Teresina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.