NOTA DE ESCLARECIMENTO: Incêndio no Mercado Público

1

vilmaSobre o incêndio ocorrido na tarde desta sexta-feira 24, que atingiu as estruturas das barracas do Mercado Provisório de Esperantina, a prefeita municipal, Vilma Amorim vem lamentar e esclarecer o que segue:

A Prefeita considera lamentável o sinistro ocorrido, por ter causado sérios prejuízos aos trabalhadores que atuam no comercio dentro do mercado provisório, além de ter posto em risco a vida de muitas pessoas que trabalham no local bem como a população vizinha ao mercado;

Informa que a Prefeitura, tão logo teve conhecimento, acionou o carro pipa para controlar o incêndio que, apesar de não termos na cidade agrupamento do Corpo de Bombeiros, os trabalhadores conseguiram apagar o fogo sem maiores danos à vida das pessoas que moram, trabalham ou passavam pelo local;

Fez registrar um Boletim de Ocorrência, denunciando o ocorrido e pedindo abertura de inquérito policial para identificar as causas e os responsáveis pelo incêndio e realizou reunião administrativa com secretários e coordenadores da Prefeitura para avaliar os danos causados e tomar providencias imediatas para o problema e identificar o mais rápido possível outro espaço ou nova estrutura para funcionamento do mercado.

Por fim, a Prefeita faz registrar que o problema não existiria se a obra tivesse iniciado e concluído dentro do programado e que o mesmo no momento atual só será resolvido de vez, com o termino da obra de reforma do Mercado Público Municipal, obra de responsabilidade do Governo do Estado, à qual já foi objeto de audiências com o governo do Estado, bem como de visita aos Ministérios pedindo a urgência da conclusão da obra que considera urgente e necessária para a população de nossa Cidade.

 Esperantina, 24 de julho de 2015.

1 comentário
  1. Kenny Rogers diz

    …E isso é aquilo…..! Se esquivar das responsabilidades, jogar na conta de administrações passadas, para quem não tem direção é sempre o melhor remédio. Não que as administrações anteriores não tenham sua parcela de culpa, mas não é isso que se quer ouvir pois se espera, no mínimo, que seja diferente. E quanto ao ” espaço de lazer ” para as crianças no Terminal Rodoviário que várias crianças já se machucaram? Seria bom que a gestora municipal tomasse alguma providência quanto ao descaso que ocorre naquele lugar. Afinal, nem todas as crianças da cidade têm condições de lazer em shopping centers ou no exterior.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.