Pai de Fernanda: “culpado ou culpados são ligados à obra”

1

A família de Fernanda Lages Veras assistiu à missa comunitária na Igreja Matriz de Barras, neste domingo(25). Hoje completa um mês da morte da estudante de Direito de apenas 19 anos, que foi encontrada morta nas obras do novo prédio do Ministério Público Federal (MPF), na manhã da quinta-feira, dia 25 de agosto.

 

O pai de Fernanda, Paulo Lages Veras, acredita que o culpado ou os culpados são pessoas ligadas à obra e estes aparecerão.

“Não é possível que pessoas que cometam um crime hediondo como esse, hoje em dia, ainda fique impunes. O assassino ou os assassinos da minha filha vão aparecer e são de dentro daquela obra. Não sei se o vigia, o mestre de obras, o auxiliar do engenheiro ou o engenheiro, mas isso vai se confirmar nessa semana ou daqui a dez dias. Só sei que estou confiando no governo que sempre tem colocado que o culpado vai pagar pelo crime, seja ele rico ou pobre”, desabafou o pai ao Cidadeverde.com.

 

Pai de Fernanda Lages

Ex-vereador de Barras, Paulo Veras disse que tudo que vinha construindo ao longo de sua vida era para dar conforto e segurança para sua única filha mulher. “Mas, já que tomaram ela de mim, eu não vou medir esforços para que o assassino ou os assassinos sejam encontrados. Isso tem que acontecer para nós termos tranquilidade e para minha filha também descansar em paz”, afirma, que também tem outro filho portador de deficiência.

 

Veras acrescenta: “A Fernanda tinha nome e sobrenome, teve berço, era educada, sabia se comportar nos lugares, era divertida, comunicativa, não era usuária de drogas, só foi ingênua de achar que nunca ninguém iria lhe fazer mal, esse foi seu defeito. Ela nunca fez nada para merecer uma morte daquelas”.

 

A família afirma que continua acreditando no esforço da Polícia Civil, do Ministério Público Estadual, do Instituto de Criminalística, com acompanhamento do Ministério Público Federal, da Ordem dos Advogados do Brasil no Piauí (OAB) e na palavra do governador do Estado, Wilson Martins, que trabalham para encontrar o acusado ou os acusados do crime.

 

Aniversário de Barras

 

Em vez de uma grande festa em praça pública, o município de Barras (a 119 km de Teresina) comemorou seu aniversário de 170 anos com uma missa campal, na noite deste sábado (24), em homenagem a estudante Fernanda Lages Veras, 19 anos, morta a um mês em Teresina.

 

Fonte: Cidadeverde.com

1 comentário
  1. Anônimo diz

    será uma injustiça muito grande esse crime ficar sem nenhum, resultado,foi uma morte muito cruel..

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.