Piauiense é morto em emboscada a grupo de brasileiros

0
vitima
De laranja, o piauiense. Ele era esportista e já havia sido premiado pelo então governador Wellington Dias

O piauiense Renato Alves de Carvalho, de 30 anos, foi morto em uma emboscada que vitimou cinco pessoas em Paramaribo, no Suriname. O crime aconteceu na última segunda-feira (24/11), por volta de 13h. Assaltantes atacaram a canoa onde estava o piauiense e outros brasileiros e chineses, quando eles desciam uma cachoeira.

Segundo informações da imprensa internacional, o grupo de cinco assaltantes fortemente armados e encapuzados, entre eles três brasileiros, atirou contra os ocupantes na canoa, acertando uma pessoa. Como o grupo estava em uma parte do rio com bastante pedras, alguns ocupantes tiveram de descer para empurrar a canoa.

Os assaltantes nem chegaram a anunciar o assalto contra os garimpeiros. Neste momento, Renato foi alvejado com um disparo e morreu ainda no local.

Os assaltantes levaram joias, celulares e cerca de 6 quilos de ouro que estavam com os passageiros da canoa. O corpo de Renato chegou nesta quarta-feira, 26 de novembro à sede de Paramaribo. Após os procedimentos legais o corpo será trazido para ser sepultado em Hugo Napoleão-PI.

As demais vítimas deste assalto prestaram queixa e três suspeitos já foram presos. A polícia está investigando e há indícios de que o brasileiro que atirou e matou Renato já tenha cometido outros crimes no Brasil.

 Com informações de Agora Piauí

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.