Prefeito de Matias Olímpio assume em áudio benefícios em troca de votos

0
Prefeito Fogoió. Foto: Reprodução

O prefeito de Matias Olímpio, Edisio Alves Maia, conhecido como Fogoió, estaria beneficiando a família do vice-prefeito, Geno, pelos votos dados na última eleição. Em áudios que circulam em redes sociais na tarde de hoje (20), Sabino, irmão de Geno, cobra a Fogoió o pagamento de R$ 300 reais que não teria sido pago este mês. Na gravação também é relatado a tentativa de beneficiar a esposa de Sabino com um cargo na Secretaria de Saúde da cidade.

Os áudios que descrevem supostamente a conversa entre Sabino e Fogoió, o irmão do vice-prefeito questiona o baixo valor pago a ele e faz comparação com pagamentos que, segundo ele, teriam sido feitos ao Leonardo Lima, Secretário de Administração do município.

“Nós te ajudemos, nós votemos pra tu. A família dela todinha não ia votar pra tu, foi eu que conversei lá com eles pra votar. Minha mulher votou, e tu pra dar 300 reais fica nessa ‘mulaja’, nessa enrolada… E pra esse ladrão do Leonardo aí tu dar é dois mil, três mil. Tem gente que ganha dois mil por mês, três mil, sem fazer nada, que nem votar pra tu num votou [sic]”, relata.

Em resposta, o prefeito diz que não precisa da política, por ser servidor público aposentado, fala que já beneficiou a sogra de Sabino e que a esposa dele negou um cargo na Secretaria de Saúde de Matias Olímpio. “Bota na tua cabeça que eu sou funcionário federal, eu sou aposentado. Eu vivo em política não é porque eu preciso de política não, otário. Eu vivo em política é porque já vem de família. Se tu votou pra mim mas eu também te ajudei, cara”, defende.

Fogoió continua a argumentação e assume a ‘ajuda’ oferecida à família e à esposa de Sabino. “Nós ajudamos agora a construir a casa da tua sogra, botamos material, o Geno botou material. Ajudamos, a tua mulher recebeu dinheiro mês passado e vai receber esse mês”, garante.

O prefeito confirma no áudio que só não beneficiou a esposa de Sabino em uma secretaria, porque ela negou. “Nós botamos tua mulher pra trabalhar lá na Secretaria de Saúde e ela disse que não podia trabalhar que estava com dor de cabeça. Aí eu falei pra ela e pra ti que ia botar uma gratificação pra ela e tu aceitou. E eu botei agora mês passado e porque num caiu esse mês ainda tu fica com essa (palavrão)”, disse insatisfeito com as reclamações.

Ouça os áudios: 

Sabino: 

Prefeito Fogoió :

Outro lado 

O PORTALESP está com espaço está aberto para esclarecimentos. 

Com informações Viagora

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.