Servidores do Detran pretendem para atividades nos dias 12 e 13

A principal reivindicação da categoria é o aumento salarial

0

Está marcada para os dias 12 e 13 de março uma paralisação dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A principal reivindicação da categoria é o aumento salarial, que, segundo a diretora do sindicato Maria Salomé dos Reis, há cinco anos não é reajustado.

Outra pauta de discussão dos servidores é cumprimento do plano de cargos e salários para 19 servidores.

“Eles estão em um nível mais baixo do que foi publicado em 2013, eles têm o direito de receberem de acordo com o que lhes é de direito. Não tem por que o governo do Estado dizer que não tem dinheiro para isso se no edital o valor corresponde a um nível mais alto”, declara Maria Salomé.

Ela afirma que a decisão de paralisar as atividades do Detran por 48 horas se deu após se esgotarem as negociações com o secretário de Administração, Franzé Silva. “Tentamos fazer várias audiências com o secretário, mas não tivemos retorno. Ele marcou para esta segunda-feira (12) uma reunião, mas mesmo assim nada vai funcionar”, revela Maria Salomé.

Entre os serviços afetados pela paralisação estão os exames práticos, a entrega de carteiras de habilitação, os exames teóricos, vistorias e fiscalização de veículos.

“Eles estão levando na brincadeira, estamos desde 2013 sem nenhum aumento salarial, já são cinco anos. Agora que foi concluído o plano de carreira, mas ainda faltam 19 pessoas. Ou eles ouvem a gente ou paramos 48 horas, 72 horas ou em definitivo”, alerta.

O diretor-geral do Detran, Arão Lobão, disse que nesta quinta-feira (08) esteve em reunião com o sindicato dos servidores do órgão para que a instituição continue funcionando normalmente durante a paralisação. “A nossa expectativa é que nossos serviços não parem, como está na lei”, declara.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.