Parceiros no sucesso das quebradeiras de coco

0

Além do talento e do trabalho árduo, as quebradeiras de coco babaçu do Piauí – escolhidas recentemente pelo projeto Talentos do Brasil Rural para fornecer produtos da agricultura familiar durante a copa de 2014 para hotéis, restaurantes e lojas de artesanato – tem parceiros importantes para garantir tanto destaque. A agência de cooperação alemã GIZ, o Centro Cocais, a Prefeitura de São João do Arraial assessoram e apoiam a associação de mulheres que colhem o coco e agregam valores, transformando matéria prima em azeite, mesocarpo (a farinha), sabonete, sabão de coco, carvão e produtos artesanais.

 

O Projeto Talentos do Brasil apresentado aos ministérios do Desenvolvimento Agrário, do Turismo e do Meio Ambiente, pela Associação Regional da Quebradeiras de Coco Babaçu, foi elaborado com apoio dos técnicos Rejane Tavares e Jairo Jr (GIZ) e Rosa Lima e Ana Paula (Centro Cocais, sediado em São João do Arraial).

 

Associação Regional da Quebradeiras de Coco Babaçu envolve seis municípios – São João do Arraial, Esperantina, Joca Marques, Luzilândia, Barras e Matias Olímpio“A Prefeitura de São João do Arraial vem investindo em políticas públicas municipais de apoio às quebradeiras de Coco Babaçu, incluindo o mesocarpo do babaçu (babalate) na alimentação escolar e apoiando um projeto de quebra mecanizada do babaçu”, informou o prefeito Francisco Limma.

 

Com o apoio do Incra, GIZ, Prefeitura de São João do Arraial e Escola Família Agrícola Cocais, o Centro Cocais cadastrou quase 12 mil quebradeira em 11 municípios e agora desenvolve vários projeto de apoio às quebradeiras, como por exemplo, o PAA Babaçu e PGPM – Política de Garantia do Preço Mínimo e o apoio a retirada da DAP – Declaração de Aptidão ao Pronaf para as Quebradeiras, além do Projeto Talentos do Brasil.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.