Terceirizados do TJ-PI denunciam atraso de salários em Esperantina

0

Vigilantes da Comarca de Esperantina, denunciaram ao portal de notícias GP1, o atraso de salários e ticket alimentação. Eles são funcionários terceirizados e tem contrato com a empresa Sergeseg, com sede em Teresina. Segundo um trabalhador que não quis se identificar, não seria a primeira vez que isso acontece. Ele disse que a empresa sempre explica que o atraso se dar por conta de que o Tribunal de Justiça não realiza os repasses no prazo.

“Aqui tem pai de família, que está quase passando fome. Todos os meses acontece o atraso, mas já estamos com quase 2 meses sem receber nada, até o ticket não veio”, afirmou o funcionário.

Procurado, o sócio administrador da Sergeseg, Jairo Freitas, confirmou os atrasos e informou que houve uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho, já que o atraso nos repasses chegaram há quase 3 meses. “O Tribunal nos repassou recursos até dezembro de 2016. Após uma audiência no tribunal do trabalho foi repassado uma parte do valor referente à janeiro e a outra parte será repassada nos próximos dias”, comentou Jairo Freitas.

Por meio nota o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí informou que tem cumprido todas as obrigações pecuniárias junto à Empresa Sergeseg Vigilância e Transportes de Valores LTDA, de acordo com as regras estabelecidas na legislação contratual firmados com a Empresa prestadora do serviço de vigilância.

Confira a nota na íntegra

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí informa que tem cumprido todas as obrigações pecuniárias junto à Empresa Sergeseg Vigilância e Transportes de Valores LTDA, de acordo com as regras estabelecidas na legislação contratual firmados com a Empresa prestadora do serviço de vigilância. Eventuais atrasos no pagamento dos salários dos empregados da referida empresa são de responsabilidade desta, corrigíveis por meio de reclamação perante a Justiça do Trabalho.

Fonte: GP1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.