Themístocles Filho fala de divisão no PMDB no processo de impeachment

0

arimateia azevedo e themistoclesO convidado do Café com Informação desta terça-feira (08) é o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho (PMDB). Numa conversa descontraída com o jornalista Arimatéia Azevedo, Themístocles fala do possível impeachment da presidente Dilma Rousseff, do apoio ao senador Elmano Férrer, de uma possível candidatura junto com Wellington Dias, da saúde do estado e da secular seca que assola o Piauí.

O presidente da Alepi acredita que para o processo de impeachment da Dilma prosseguir é necessário o apoio das ruas, além dos parlamentares. “O momento político atual está atrapalhando a economia do país, quanto mais rápido andar este processo, melhor será para o Brasil. É preciso haver apoio da população para que o impeachment aconteça, é preciso que todos os fatos sejam apurados”, explicou. Themístocles afirma que ninguém pode tirar uma pessoa do poder, eleita democraticamente, se não houver provas evidentes de erros graves. “Eu votei na Dilma e aguardarei o desenrolar dos fatos para me posicionar sobre o assunto”, declarou.

Sobre a conduta do PMDB quanto ao apoio no processo de impeachment, Themístocles reconheceu que há uma divisão, em nível nacional. “Eu ainda não tenho conhecimento de como o PMDB irá se posicionar sobre o assunto, mas reconheço que há uma divisão. Uma banda apóia a Dilma, a outra o impeachment”.

Abordado sobre um possível palanque nas próximas eleições para governador, em 2018, junto com Wellington Dias, Themístocles desconversa, diz ser muito cedo para pensar no assunto. “Fico feliz quando lembram de mim, mas as decisões, as convenções vão demorar a acontecer. A imprensa pode especular, mas quem tem juízo, tem cautela”.

Falando do senador Elmano Férrer (PTB) ele confirma que já o convidou inúmeras vezes para vir ao PMDB. Já chamei, mas ele ainda não disse quando. Ele quer estudar a situação com tranquilidade”, relatou esperançoso.

O presidente da Alepi ainda contou o que o ministro da Saúde, Marcelo Castro, prometeu fazer para melhorar a saúde pública do Estado. “Estive em Brasília com o ministro e vários deputados da Alepi e conseguimos arrancar dele uma promessa para melhorar a saúde aqui no Piauí. O ministro está bem intencionado e eu acredito nele”.

Assista abaixo a entrevista:


Fonte: PortalAZ

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.