Themístocles minimiza necessidade de pesquisa para compor chapa

Presidente da Alepi diz que pesquisas deixam Ciro fora

0

O deputado estadual Themístocles Filho (MDB) minimizou nesta terça-feira (20) a realização de pesquisas para definir a formação da chapa majoritária do governador Wellington Dias (PT). Para ele, os levantamentos refletem apenas um momento, com rápida duração.

Ele ainda aproveitou para alfinetar o senador Ciro Nogueira (PP), que defende a realização de pesquisas e cujo partido disputa com Themístocles a vaga de vice de Wellington.

“Uma pesquisa muda a cada dia. Se fosse assim nem precisava eleição. Fazia apenas as pesquisas e com o resultado o Tribunal empossava o governador, os senadores e os deputados. Eu considero a pesquisa importante, mas a campanha vai avançando. Se fosse assim o Mão Santa não teria sido governador, porque ele começou pequeno e deslanchou no final. O próprio Wellington Dias foi eleito governador contra o Hugo Napoleão e no início não estava bem nas pesquisas. Se o cidadão achar que pesquisa é algo que define como deve ser formada uma chapa, hoje o meu amigo Ciro Nogueira, que eu voto nele, estava fora”, falou.

Para o deputado, a definição da vaga de vice precisa ser decidida com diálogo e conversa. Ele garante não ter “estresse” com a disputa que trava com o PP para conseguir a vaga na chapa. Desde o ano passado, os dois partidos disputam o espaço, atualmente ocupado por Margarete Coelho, nome que o PP defende a permanência. “Eu não tenho estresse com essas discussões não. Isso vai acontecer com muita cautela”, falou o deputado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.