Zé Pinguelo fala sobre sobre slogan polêmico e garante recorrer

2

Após ser notificado pelo promotor eleitoral Benigno Filho para retirada de seu slogan, impugnando por ser, segundo o Ministério Público, “ofensivo” e “pejorativo”, o candidato a vereador de Teresina Zé Pinguelo (PPS) resolveu acionar sua assessoria jurídica para garantir o uso. O slogan era: “Deixe o Pinguelo entrar”.

Zé Pinguelo não entende porque seu slogan foi considerado pejorativo, já que usa esse apelido há muito tempo e a cidade toda o conhece assim. Seu nome de verdade é João Pereira de Matos Neto, te 39 anos, mora no bairro Satélite e pela primeira vez tenta enveredar para o campo da política. Radialista e humorista, ele já trabalhou de jardineiro e pedreiro.

“Eu já pedi para meus advogados resolverem isso aí. Acho que dá para usar o slogan. Eu mudei um pouco. Acho que poderia ficar assim: ‘Deixe o Zé Pinguelo entrar’. É porque eu não quero é ter prejuízo. Paguei R$ 3 mil para fazer meu material de campanha… Eu também queria usar minha fantasia de Zé Pinguelo, mas a Justiça Eleitoral não permite. Disse que eu tenho que usar meu nome verdadeiro e como eu sou mesmo. Tem nada não. O importante é o voto”, afirma Zé.

Piguelo, ao contrário do que se especula, não quer ser comparado ao palhaço Tiririca, que também fez toda a sua campanha fantasiado, mas na hora de pôr seu registro na urna usou foto e nome verdadeiros. “Chegaram a dizer que eu me inspirava nele. Não tem nada a ver. O Tiririca é o Tiririca e eu sou eu. Agora eu acho que vou ter muito voto que nem ele teve lá em São Paulo. Sou famoso, tenho reconhecimento de toda a cidade e por onde passo as pessoas me abraçam, dizem que gostam de mim”, ressalta.

Autor de músicas que caíram no gosto popular, com letrar, digamos, no mínimo curiosas, ele vai usar um dos seus hits mais famosos como jingle de sua campanha. A música que serve de inspiração se chama: ‘O Peido que a Doida Deu’. “Eu sou do povão, sempre fui. Gosto de ser conhecido assim. E vou usar minha música ‘O Peido que a Doida Deu’ para falar o meu número e pedir voto. Não tem nada de mais na letra, é bem animada. Sem ‘mulecagem’ (SIC)”. Candidato a vereador na chapa encabeçada pelo candidato a prefeito Firmino Filho (PSDB), ele fala sobre não estar na chapa do seu amigo de televisão, já que atuava pela TV Meio Norte no programa ‘Ronda do Povão’, Beto Rêgo (PSB): “Pois é rapaz, o Beto tá lá, e eu aqui… mas é o meu partido né?! Tem que seguir, é o jeito”.

Fonte: 180graus

 

2 Comentários
  1. luis diz

    deixe o piguelo assim

  2. Denes Oliveira. diz

    o pior são algumas letras musicas que que chegam á sociedade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.